A União Europeia enfrenta atualmente grandes desafios: o desemprego, a migração e uma competitividade mundial feroz, agravada pela perda de confiança dos seus cidadãos na capacidade política para apresentar soluções. O Grupo PPE quer conferir à União Europeia um programa de reformas de sucesso para o futuro da Europa e que assegure que a União Europeia consegue ir antecipadamente ao encontro dos seus desafios. O aumento das taxas de emprego e de crescimento tem de ser apoiado por esforços que façam os cidadãos europeus readquirir confiança. A Europa é um continente de valores e de dignidade humana. Temos de defender o nosso modelo social face à concorrência internacional e responder simultaneamente ao desafio demográfico.

Economia, empregos e meio ambiente

Continuamos partidários de uma economia social de mercado, como melhor sistema para a criação de emprego e inovação, enquanto salvaguarda os nossos elevados padrões sociais e ambientais. Precisamos de completar o mercado único digital, de desenvolver novas formas de redução das emissões e de assegurar a energia a preços acessíveis.

SAIBA MAIS

Como fazemos acontecer

Justiça e Assuntos Internos

Temos de melhorar a nossa segurança através de melhores controlos das nossas fronteiras, providenciando asilo aos necessitados e equipando-nos melhor para combater o cibercrime. O nosso direito de livre circulação tem de ser protegido e temos de continuar a implementar medidas de prevenção do terrorismo.

SAIBA MAIS

Como fazemos acontecer

Orçamento, agricultura e financiamento regional

O orçamento comunitário não pode contar apenas com as contribuições nacionais - a Europa tem de, a longo prazo, ser capaz de financiar as suas prioridades através de recursos adicionais. Para ser eficiente e sustentável, a nossa política agrícola precisa de financiamento adequado e de novos métodos.

SAIBA MAIS

Como fazemos acontecer

Assuntos externos

Temos de fortalecer a nossa capacidade de falar a uma só voz internacionalmente, para atingirmos os nossos objetivos: a paz e a segurança, um comércio aberto e multilateral e a redução da pobreza. Temos de continuar a promover os direitos humanos nas nossas relações com os países terceiros.

SAIBA MAIS

Como fazemos acontecer

TOPO