A Parceria Oriental da UE (EaP) fornece uma perspetiva europeia para os países que fazem fronteira com a UE e têm o desejo de aproximar-se, incluindo a Arménia, Azerbaijão, Geórgia, Moldávia, Ucrânia e Bielorrússia.  A Parceria representa uma oportunidade única para os nossos vizinhos: não só permite novos acordos de associação, mas também permite a integração gradual dos países na economia da UE e aumenta a mobilidade dos seus cidadãos.

O Grupo PPE incentiva os países da Parceria Oriental a promoverem os seus processos de reforma política e socioeconómica para obter resultados tangíveis o mais rapidamente possível. O nosso objectivo na Assembleia Parlamentar Euronest é incentivar o diálogo, avaliar os êxitos e desafios da Parceria e promover a democracia, a prosperidade, estabilidade e segurança na região.

A man crosses a footbridge in Albania

Nos países em que a situação política é motivo de preocupação, reafirmamos que as práticas democráticas e a boa governação são de fundamental importância. O estado de direito, a liberdade de expressão, o direito dos cidadãos à informação e a organização de eleições livres e justas são princípios irrevogáveis. Apelamos a um entendimento mútuo com posições comuns entre os parlamentos europeus e nacionais.

O nosso Grupo de Trabalho da Vizinhança Oriental examina novas opções políticas que podem impulsionar a EaP. Reúne-se regularmente com os Embaixadores dos países da EaP, funcionários de instituições e especialistas da UE relevantes para avaliar a situação na região e reforçar as nossas relações políticas com os nossos parceiros. Para esse fim, também organizamos conferências, audiências e missões de investigação nos países da região.

Publicações

Últimas notícias