Pesca simplificada e sustentável

A política das pescas tem de conciliar os interesses de um vasto leque de partes interessadas, salvaguardando simultaneamente a viabilidade a longo prazo do meio marinho e das unidades populacionais de peixes, os meios de subsistência dos pescadores e o futuro das indústrias e comunidades costeiras ligadas à pesca.

O Grupo PPE salvaguardou os meios de subsistência dos pescadores da frota do Norte ao defender um quadro regulamentar que possibilite a pesca sustentável no mar do Norte. Batemo-nos por novas regras que simplifiquem as medidas na captura de peixe, adaptando ao mesmo tempo as medidas às necessidades específicas de cada pescaria, para dar flexibilidade ao setor sem nunca esquecer o objetivo principal: a sustentabilidade dos recursos haliêuticos.

Em curso

Outro conteúdo relacionado

TOPO