VIEWS EXPRESSED HERE ARE THE VIEWS OF THE NATIONAL DELEGATION AND DO NOT ALWAYS REFLECT THE VIEWS OF THE GROUP AS A WHOLE

A Eurodeputada Sofia Ribeiro participou num jantar-debate do importante grupo de pressão "Transatlantic Policy Network (TPN)", desta vez em honra do seu presidente, o congressista descendente dos Açores, Jim Costa.

Na ocasião, Sofia Ribeiro abordou diversos assuntos de interesse comum aos Açores e aos Estados Unidos, como a situação da Base das Lajes e do acordo de comércio livre entre a União Europeia e os Estados Unidos, em fase de negociação. Segundo a Eurodeputada "obviamente que perante tão ilustre conviva, responsável pelo TPN e ainda por cima descendente de Açorianos, não poderia deixar de o questionar sobre os assuntos que mais nos afectam, nomeadamente a saída do contingente americano da Base das Lajes, que tão graves consequências terão na nossa economia regional e o importante acordo comercial com os EUA, o TTIP. Neste sentido, Sofia Ribeiro adiantou que "com o recato e confidencialidade que tal conversa impõe e não obstante a defesa das posições Açorianas, o congressista referiu que está a seguir o processo com muita atenção e empenho e que um dos seus objectivos é também conseguir mitigar os danos desta saída americana, devendo igualmente ser potenciado o trabalho de parceria que está a ser feito. Por outro lado, também abordou as enormes potencialidades do TTIP, considerando este acordo muito importante para o desenvolvimento económico e social da União e dos EUA e que pode ser um verdadeiro motor de desenvolvimento para todas as partes".

A terminar as suas declarações, Sofia Ribeiro afirmou que "vejo com muita apreensão o que se está a passar na Base das Lajes e também aqui no Parlamento Europeu, tento introduzir o tema em todas as áreas das minhas competências. Por outro lado, há também algumas oportunidades como o TTIP, cujas negociações deverão ser devidamente monitorizadas, pois neste mundo altamente competitivo, em que se verifica o crescimento económico de vários países asiáticos, justifica-se uma forte cooperação entre o Parlamento Europeu e o Congresso Americano para levar estas negociações até ao fim. Este trabalho conjunto que os parlamentares de ambas as partes podem desenvolver, deverão ter como objectivo último informar e envolver os cidadãos e as suas organizações nesta importante iniciativa comercial, e quem sabe, tentar tirar vantagens para a nossa Região, que conta com uma enorme comunidade nos Estados Unidos, em que muitos dos seus membros, ocupam lugares de destaque quer na sociedade, no mundo empresarial, quer mesmo na política".

Other related content