o nosso trabalho com os parlamentos nacionais

O nosso trabalho com os parlamentos nacionais

Mais recentes

Common EU defence, economy, Erasmus
Video
06.12.2017 - 10:07
The 26th European summit between EPP Group MEPs and MPs lent its support to the PESCO common defence initiative. They also discussed Brexit, improving Europe’s economy, and a reinforced Erasmus youth study programme.
EUROCORPS' soldiers do a military simulation on the ground with chariot, trucks, guns, weapons and some wounded soldiers
Notícias
04.12.2017 - 18:15
During the 26th annual Summit of Chairmen of EPP Parliamentary Groups, the future of defence took centre stage in the debate between European and national Members of Parliament from the EPP family. Esther de Lange, Vice-Chair of the EPP Group and...
Enlargement
Notícias
26.06.2017 - 18:22
During the 25th summit of Chairs of EPP-affiliated groups in national parliaments, speakers called on Europe to reach out to all citizens to shape a common parliamentary position on the future of Europe reflection paper presented by the European...
EPP MPs and MEPs tackle globalisation
Video
26.06.2017 - 17:15
The EU needs to step up efforts to adapt to globalisation to address voter concerns and create sustainable employment, say EPP MPs and MEPs meeting at the European Parliament. The regular EPP Group gathering underscored the need for close...

Pages

 

As relações entre a UE e os parlamentos nacionais

EU-National Parliaments

Pela primeira vez, o Tratado de Lisboa dá aos parlamentos dos Estados­Membros da UE a possibilidade de influenciar diretamente os processos de tomada de decisões a nível da UE. O objetivo principal tem duas vertentes: aumentar a legitimidade democrática da UE ao assegurar que representantes dos Estados­Membros democraticamente eleitos participem na feitura da legislação da UE, mas também, assegurar que a UE atue apenas nos casos em que pode proporcionar um valor acrescentado. Por isso, os parlamentos nacionais têm como principais tarefas suscitar o debate sobre os assuntos europeus a nível nacional e serem os guardiões do princípio da subsidiariedade. O princípio da subsidiariedade garante que as decisões não serão tomadas a nível europeu, caso possam ser tomadas eficazmente a nível regional ou local (exceto nas áreas que são abrangidas pela competência exclusiva da UE).

Contactos
Esther de LANGE
Vice Presidente do Grupo do PPE
 
Staff
 
 

O Tratado de Lisboa reconhece, pela primeira vez, expressamente o papel dos parlamentos nacionais na UE. O artigo 12.º do Tratado da União Europeia (TUE) tem o seguinte teor: "Os Parlamentos nacionais contribuem ativamente para o bom funcionamento da União." O papel reforçado dos parlamentos nacionais no processo europeu de tomada de decisões pode ser dividido em três categorias:

Informação – os parlamentos nacionais deverão ser informados sobre os atos legislativos na fase de proposta.
Participação ativa – em certos casos definidos no Tratado, os parlamentos nacionais podem participar ativamente em processos de tomada de decisões a nível da UE.
Objeção – os parlamentos nacionais têm o direito de exprimir objeções contra as políticas propostas da UE e a UE tem que ter essas objeções em consideração. Estas categorias indicam a importância fundamental dada a todos os níveis de envolvimento dos parlamentos nacionais no processo europeu de tomada de decisões.

As mudanças trazidas pelo Tratado de Lisboa dão aos parlamentos nacionais a oportunidade de iniciar um debate nacional atempado sobre questões europeias. Além disso, essas mudanças permitem que os parlamentos nacionais ponderem se o princípio da subsidiariedade terá sido respeitado. Globalmente, isto permite um envolvimento construtivo no processo europeu de tomada de decisões.

O Grupo PPE reconheceu muito cedo a importância de debates contínuos com parlamentos nacionais e organiza regularmente reuniões com deputados nacionais eleitos em listas de partidos que pertencem à família PPE.

Estabelecemos várias redes entre deputados ao Parlamento Europeu e deputados dos parlamentos nacionais da família política do PPE. Dadas as diversas dimensões nacionais, estas reuniões interparlamentares são essenciais para gerar debate político sobre questões relacionadas com a Europa. As reuniões mais importantes são as cimeiras dos presidentes dos grupos parlamentares dos partidos PPE. Adicionalmente, organizamos reuniões da Rede Parlamentar PPE para os Assuntos Europeus e da Rede de Jovens Parlamentares.

 

 

Reuniões organizadas pelo Grupo PPE

Cimeiras dos presidentes dos grupos parlamentares nacionais dos partidos PPE
As cimeiras juntam todos os presidentes dos grupos parlamentares do PPE nos parlamentos nacionais da UE. Estes reúnem-se duas vezes por ano em Bruxelas para formar uma opinião comum sobre as perspetivas e prioridades políticas do Grupo PPE e para debater temas da atualidade europeia. Os presidentes do Parlamento Europeu e da Comissão Europeia, e os comissários europeus, caso pertençam à família PPE, podem ser convidados a participar nestas cimeiras.
 
Rede parlamentar PPE para os Assuntos Europeus
A Rede parlamentar PPE para os Assuntos Europeus reúne membros do Grupo PPE do Parlamento Europeu com os porta-vozes dos membros dos parlamentos nacionais para os assuntos europeus nos seus grupos políticos. Estes podem ser presidentes ou vice-presidentes das comissões parlamentares nacionais que tratam os assuntos europeus ou os porta-vozes dos presidentes dos grupos parlamentares. Reunindo-se regularmente, estes encontros têm o objetivo de debater questões políticas atuais de forma mais detalhada para continuar a conformar a compreensão mútua do Grupo PPE e as formas de trabalhar em conjunto.
 
Rede de Jovens Parlamentares
A rede de Jovens Deputados do Grupo PPE é formada por membros dos parlamentos nacionais da família política do PPE e por deputados ao Parlamento Europeu do Grupo PPE (deputados europeus) que até à data da eleição tenham até 36 anos. A rede é coordenada por Pablo Zalba (deputado europeu). Foi compilada uma lista de aproximadamente 300 deputados dos parlamentos nacionais e do Parlamento Europeu. Os jovens deputados debatem importantes desafios políticos para o futuro.

Ler mais (EN)

 

 

Reuniões organizadas pelo Parlamento

Reuniões parlamentares conjuntas
Reuniões parlamentares conjuntas são reuniões sobre vastos temas políticos que são organizadas e presididas conjuntamente pelo parlamento do país que detém a Presidência da UE e o Parlamento Europeu. Frequentemente, os tópicos da reunião são escolhidos entre as prioridades da Presidência da UE. Antes de cada reunião parlamentar conjunta é organizada uma reunião preparatória da família política do PPE.
 
Reuniões conjuntas de comissões
As reuniões conjuntas de comissões são reuniões sobre questões setoriais. São organizadas e presididas conjuntamente pelas comissões relevantes do parlamento do Estado Membro que detém a Presidência da UE e as comissões relevantes do Parlamento Europeu. Além disso, as comissões do PE organizam audições, conferências ou visitas temáticas para as quais, quando oportuno, são convidados representantes dos parlamentos nacionais. A presença de decisores de instituições nacionais e europeias leva, por um lado, a uma cooperação interinstitucional melhorada e, por outro, à criação de um quadro que ajuda na difusão de informação a nível nacional e local.
 
A COSAC
A "Conferência das Comissões dos Assuntos Comunitários e Europeus dos Parlamentos Nacionais da União Europeia" (COSAC) é uma plataforma para a cooperação entre comissões dos parlamentos nacionais competentes em matéria de assuntos europeus e representantes do Parlamento Europeu. A COSAC reúne-se duas vezes por ano.
 
Conferência dos Presidentes dos Parlamentos Nacionais da UE
A Conferência congrega presidentes dos parlamentos dos Estados­Membros da UE e o Presidente do Parlamento Europeu. Nas suas reuniões anuais, os presidentes debatem questões europeias em geral e particularmente atividades interparlamentares da UE.
 
 

Publicações

Mais recentes

Albania in EU
14.02.2018 - 15:07

EPP MEPs in Albania: joint efforts required from all political parties on EU prospects

Albania has progressed and showed political commitment to EU-related reforms - this is one of the conclusions of the EU-Albania Stabilisation and...
Europe vote election
09.02.2018 - 12:19

In the 2019 European Elections, let's talk about candidates and programmes, not procedures!

The European Parliament will be ready to reject any candidate in the investiture procedure of the President of the Commission who was not appointed...
Time for tougher sanctions against Venezuela: Salafranca
09.02.2018 - 10:00

Time for tougher sanctions against Venezuela: Salafranca

The European Parliament has voted for tougher sanctions against the Venezuelan regime as it prepares for early presidential elections seen as a sham...
Protests in Venezuela
08.02.2018 - 12:22

Venezuela: elections must be fair and free

“We have to raise our voices to denounce further attempts to undermine sovereignty and fixed elections that don’t even fulfil the minimum...

Destaques da semana

19.02.2018 - 23.02.2018
Business finance chart and Euro banknotes

Voting on post-2020 EU expenditure and revenue

The Budgets Committee will vote on Thursday on Parliament's position on the EU's post-2020 seven-year budget (Multi-Annual Financial...
EUROCORPS' soldiers do a military simulation on the ground with chariot, trucks, guns, weapons and some wounded soldiers

Stronger industrial cooperation on defence

Europe needs stronger and better cooperation in the field of defence. The pan-EU cooperation on an industrial defence programme is an important step...
High voltage post

Making the internal market for electricity work for consumers and industry

The way the electricity markets work inside the EU needs an overhaul to increase the supply of affordable and secure energy across EU borders. The...