o nosso trabalho com o partido popular europeu

O nosso trabalho com o Partido Popular Europeu

 

 

PPE – A mais importante família política da Europa

EPP Logo

Partidos membros do PPE

EPP Member Parties

Os Democratas Cristãos Europeus reuniram-se em 1976 para criar o primeiro partido transnacional da Europa – o Partido Popular Europeu (PPE). Ao longo dos anos, o Partido evoluiu, englobando o centro e o centro-direita europeus no seu sentido mais lato. O PPE reúne atualmente um total de 75 partidos, entre membros efetivos, associados e observadores, provenientes de 40 países europeus, formando a maior família política da Europa.

A família política do PPE tem sido a força motriz da integração europeia. Na sequência da 2ª Guerra Mundial, um grupo de dirigentes políticos, que incluía Robert Schuman, ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Konrad Adenauer, chanceler alemão, e Alcide de Gasperi, primeiro-ministro italiano, todos eles pertencentes à família do PPE, esteve entre os fundadores que deram o primeiro passo crucial no sentido de criar uma Europa unida como forma de evitar guerras futuras. A família do PPE ocupou, mais uma vez, um lugar de destaque ao encabeçar a integração europeia após a queda do Muro de Berlim e o fim iminente do comunismo totalitário na Europa Central e de Leste. Inspirado pela ideia da reunificação, o PPE esteve na origem e apoiou a emergência de democracias pluralistas nos países anteriormente comunistas e defendeu, com firmeza, que o continente dividido deveria ser novamente unificado.

Impulsionados pela ideia de uma Europa unida baseada nos valores da dignidade humana, da liberdade, dos direitos humanos, do primado do direito, da solidariedade e da subsidiariedade, vários partidos europeus reuniram-se sob a égide do PPE. Os membros desses partidos eleitos para o Parlamento Europeu e outros deputados ao Parlamento Europeu que partilhavam as mesmas ideias juntaram-se para formar o Grupo PPE, grupo político do Parlamento Europeu.

A atividade fundamental do Partido Popular Europeu consiste em formular plataformas políticas a longo prazo, que sirvam de ponto central de contacto para os políticos de centro-direita da Europa e que funcionem como base política para partidos de países não europeus.

O PPE realiza congressos regulares onde os representantes dos partidos membros, dos governos nacionais e de organizações pertencentes à família do PPE, como o Grupo PPE, se reúnem para debater o programa político e definir a orientação política do PPE. De três em três anos, o Congresso elege a Presidência do PPE.

Os Chefes de Estado e de Governo pertencentes ao PPE reúnem-se antes de cada Conselho Europeu para debater a agenda deste e coordenar as suas posições políticas. Estas Cimeiras do PPE, como são chamadas, envolvem igualmente dirigentes PPE provenientes de países não europeus, tendo estes a possibilidade de debater ativamente as questões da atualidade com os seus congéneres europeus.

Além disso, os ministros PPE dos domínios políticos como os Negócios Estrangeiros, a Defesa, a Economia e as Finanças, a Justiça e os Assuntos Internos, o Emprego, a Agricultura, o Ambiente, a Indústria, os Transportes e a Energia reúnem se antes das reuniões do Conselho de Ministros para debater e coordenar a sua ação. Os membros do Grupo PPE participam com regularidade nas reuniões ministeriais do PPE.

Finalmente, o Partido Popular Europeu organiza também reuniões regulares da Assembleia Política em que todos os partidos, grupos e organizações associadas ao PPE se encontram representados. A Assembleia define as posições políticas do Partido entre cada Congresso.

Ao contrário do Partido, a principal atividade do Grupo PPE consiste em elaborar e votar trabalho legislativo no Parlamento Europeu. A coordenação legislativa no seio do Grupo, embora independente de um responsável de bancada, mantém-se dentro das linhas de orientação gerais definidas pelo programa político adotado nos Congressos do PPE.

O Grupo PPE no Parlamento Europeu desempenha um papel ativo em todas as ações do PPE e encontra-se representado nos seus principais órgãos: o Congresso, a Assembleia Política e a Presidência.

 

 

O PPE na Comissão Europeia

European Commission

O atual Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, é membro do PPE. Jean-Claude Juncker foi apresentado pelo PPE como candidato à Presidência da Comissão nas eleições europeias de 2014, e foi posteriormente confirmado para o cargo pelo Parlamento Europeu e pelo Conselho, no seguimento da vitória dos partidos PPE.

Este processo de nomeação de um candidato para Presidente da Comissão foi iniciado pelo PPE nas eleições de 2009. O PPE utilizou uma disposição contida no Tratado de Lisboa, antes de este entrar em vigor, e foi a única família política a apresentar um candidato comum ao cargo de Presidente da Comissão. Este processo foi posteriormente adotado por todos os partidos para as eleições de 2014.

Ao abrigo do Tratado de Lisboa, o Conselho Europeu, deliberando por maioria qualificada, nomeia formalmente o candidato a Presidente da Comissão, tendo em consideração os resultados das eleições europeias.

A Comissão Juncker inclui um total de catorze Comissários membros do PPE, o que significa que foram propostos para o seu cargo na Comissão por governos chefiados pelo PPE. O Partido Popular Europeu organiza reuniões ad hoc com estes Comissários membros do PPE.

O PPE na Comissão Europeia

 

 

O PPE no Conselho Europeu

European Council

Antes de cada reunião do Conselho Europeu (a Cimeira Europeia em que participam os Chefes de Estado e de Governo dos 28 Estados Membros da UE), o Partido Popular Europeu realiza, tradicionalmente, a Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo, Dirigentes dos Partidos PPE e Presidentes PPE das Instituições da UE. A Cimeira do PPE prepara a agenda do Conselho e define as posições do PPE que influenciam as decisões finais do Conselho Europeu.

O PPE no Conselho Europeu

 

 

O Grupos PPE no Comité das Regiões, no Comité Económico e Social, no Conselho da Europa e na OSCE

O Partido Popular Europeu tem igualmente importantes grupos políticos noutros fóruns europeus, nomeadamente no Comité das Regiões, no Comité Económico e Social, nas Assembleias Parlamentares do Conselho da Europa e na Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE).

 

Committee of the Regions
Economic and Social Committee
Council of Europe
OSCE

 

 

Mais recentes

CETA
20.09.2017 - 10:42

Europe leads on rules-based trade: CETA comes into force

Following seven years of negotiations, the Comprehensive and Economic Trade Agreement (CETA) will provisionally enter into force tomorrow. "The...
Euro symbol in the magnifying glass
14.09.2017 - 12:41

EPP Group deplores attempts to keep NGO financing secret

In a vote today the EPP Group rejected attempts to keep NGO financing a secret. Hiding behind calls for transparency in this House, the Greens and...
State of the Union, Fipronil scandal, Turkey, Venezuela
14.09.2017 - 12:00

State of the Union, Fipronil scandal, Turkey, Venezuela

At the European Parliament’s latest plenary, European Commission President Jean-Claude Juncker proposed plans to strengthen the EU27 as Brexit...
Germany Raises Security Level
14.09.2017 - 11:06

Committee on terrorism: new European approach to security

The new European Parliament Committee on Terrorism (TERR), initiated by the EPP Group, met for the first time today. It will have one year to assess...

Destaques da semana

11.09.2017 - 15.09.2017
State of the Union

State of the Union

EPP Group Chairman Manfred Weber MEP will take the floor during the debate following European Commission President Juncker's speech on the State...
Steel pipes in crude oil factory

Towards more secure gas supplies in the EU

The European Parliament will vote on Tuesday on the security of gas supply Regulation by Jerzy Buzek MEP, which will make it easier and mandatory to...
Surfing on the Internet

Free Wi-Fi for all in Europe

The agreement on the so-called WiFi4EU initiative will be approved on Tuesday. Its main goal is to finance free Wi-Fi terminals in public spaces such...